Visita de estudo à Galeria Municipal

A turma do segundo ano do curso de técnico de turismo (2020-2023) realizou, no passado dia 25 de novembro de 2021, uma visita de estudo à Galeria Municipal de Setúbal no âmbito da disciplina de História da Cultura e das Artes.


Pelas características expostas da disciplina considera-se imprescindível a vertente prática de contacto com as obras de arte e com a complexa realidade que as envolve e, nesse sentido, recomenda-se vivamente a recorrente saída da sala de aula e da própria escola, a fim de observar, ouvir e refletir in loco.


Nesse sentido, pretendeu-se dar a conhecer aos alunos o Antigo Retábulo da Igreja de Jesus, cujos catorze painéis são, na opinião dos especialistas em arte portuguesa dos séculos XV e XVI, um dos mais notáveis conjuntos da arte do Renascimento em Portugal. Pretendeu-se ainda aprofundar algumas competências específicas da disciplina, designadamente: preservar e valorizar o património artístico e cultural, entendendo a sua a defesa como um ato de cidadania; melhorar o sentido de apreciação estética; pesquisar, selecionar e organizar informação diversificada de uma forma autónoma, responsável e criativa e compreender o objeto artístico como documento/testemunho do seu tempo histórico.

A visita iniciou-se com uma breve explicação do sentido e significado do retábulo, contextualizando os alunos no tempo e no espaço da obra. Foi também um momento esclarecedor de dúvidas entretanto levantadas pelos presentes.


Posteriormente os alunos, organizados em grupos de trabalho e munidos de um guião de análise, elaborado em contexto de sala de aula, dirigiram-se para a composição previamente selecionada.

Começaram por recolher informação básica dos quadros, relacionada com os pintores, percurso artístico e relações com os encomendadores, destacando-se a ação da rainha D. Leonor, viúva do rei D. João e irmã de D. Manuel.


Depois dedicaram-se à análise técnico – formal das composições. Desta forma procederam à aplicação dos conceitos essenciais da disciplina, conferindo-lhes um conteúdo prático e, ao mesmo tempo, vivenciando e desfrutando da obra de arte.

De forma autónoma e descontraída, os grupos foram completando as tarefas solicitadas, animados por um espírito curioso. Já na fase final da visita, e após a conclusão do trabalho, os alunos visitaram as restantes salas da Galeria.


Fonte inesgotável de leituras estéticas, o retábulo da Igreja do Convento de Jesus de Setúbal afigura-se igualmente como testemunho de primeiro plano da arte praticada em Portugal no auge da época dos Descobrimentos.


2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo